quinta-feira, 26 de abril de 2012

Fazenda Santa Margarida revive glamour ao sediar a Campinas Decor


A 17ª edição da atração acontece de 27 de abril a 17 de junho


São 2,6 mil metros quadrados de área construída e 13,8 mil metros quadrados de área livre

Rica em vegetação e lembranças, a Fazenda Santa Margarida, no distrito de Joaquim Egídio, retoma o glamour vivido nos anos 90, quando foi palco de grandes festas da sociedade e juventude campineiras. Totalmente repaginada, a propriedade abriga de 27 de abril a 17 de junho a Campinas Decor 2012 e traça um novo capítulo em sua história como o cenário de uma das mais espetaculares edições da principal mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do interior paulista. Em 16,4 mil metros quadrados de passeio – maior metragem registrada desde a criação da Campinas Decor -, os visitantes da 17ª edição terão a oportunidade de conferir as novidades e tendências do setor em meio ao charme e cultura de uma fazenda centenária localizada a poucos minutos da cidade.


Os amplos jardins, o casarão sede - com seus espaçosos salões e dormitórios, pé direito duplo e uma grande varanda -, a gigantesca piscina de 800 metros quadrados, o mirante, a antiga tulha e outras edificações existentes na fazenda abrigam 48 ambientes internos e externos, preparados por 82 dos principais arquitetos, decoradores e paisagistas de Campinas e região.

São 2,6 mil metros quadrados de área construída e 13,8 mil metros quadrados de área livre, em um passeio que também inclui a oferta de serviços como Restaurante e Café, transformando a Campinas Decor em uma opção imperdível para toda a família. Foram investidos R$ 8 milhões na preparação da mostra, divididos entre a organização, expositores, patrocinadores e fornecedores. A expectativa é atrair 35 mil visitantes.


Em pouco mais de dois meses de trabalho, a organização e os expositores refizeram as instalações hidráulica e elétrica, recuperaram pisos e paredes, renovaram revestimentos e imprimiram nos espaços o que há de mais moderno em tecnologia de automação residencial, luminotécnica, mobiliário, equipamentos de som e imagem, pisos, revestimentos, pinturas e paisagismo. Também aproveitaram a beleza já existente para criar a combinação perfeita entre o antigo e o moderno.

“A riqueza de elementos existentes na fazenda inspirou os profissionais a apostarem no reaproveitamento, que é uma das palavras-chaves desta edição”, afirma Sueli. Ela conta que a reutilização de itens pré-existentes é realidade na arquitetura e na decoração atuais. “Até uns anos atrás, antes de se iniciar um projeto, descartava-se praticamente todos os itens existentes e colocava-se tudo novo. Isso mudou e premissa agora é conservar”, explica.


O estilo retrô originário do reaproveitamento de peças originárias da fazenda, como revestimentos e pisos, aparece também nos mais diversos itens, como eletrodomésticos de época, lustres de cristal e móveis antigos (ou releitura dos mesmos). As cores fortes, como amarelo, vermelho e variados tons de roxo e violeta também aparecem em diversos espaços.


Outra constante é a sustentabilidade, que se mostra das mais diversas formas, como a ampla utilização de madeira de manejo, sobras de demolição, pisos compostos por pó de pedra e armários com revestimento produzido de garrafas pet.

Os amplos espaços existentes na fazenda também possibilitaram a construção de edificações, nas quais, além de poder expressar melhor seus estilos arquitetônicos, os expositores puderam apostar em sistemas construtivos inovadores, como tetos em vidro, estrutura metálica, tijolos de solocimento e paredes erguidas com madeira de reflorestamento.

O paisagismo é um capítulo à parte. Os jardins e espécies já presentes na fazenda inspiraram os profissionais, que compuseram belíssimos espaços utilizando recursos como piscinas naturais, fontes e espelhos d’água e levaram para a fazenda espécies imponentes - como palmeiras phoenix canariensis e tamareiras-, pleomeles, clusias, camélias, além de plantas comumente encontradas nas casas brasileiras, que retornam à moda, como antúrios e espadas de São Jorge.

O visitante também encontrará elementos inusitados, como uma égua árabe habitando um dos espaços da mostra.

A Campinas Decor 2012 gerou cerca de 1.500 empregos diretos e indiretos no período de obras e outros 150 durante a realização da mostra.

Serviço
Campinas Decor 2012
Data: de 27 de abril a 17 de junho
Local: Fazenda Santa Margarida
Endereço: saída do km 122 da Rodovia D. Pedro I (Rua Rubens Gomes Balsas, 311, distrito de Joaquim Egídio, Campinas - Rodovia Dom Pedro I)
Horários: terça a sexta-feira, das 14 às 22 horas; sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 22 horas; a bilheteria fecha sempre às 20h30
Valor dos ingressos: R$ 30,00; estudantes e idosos pagam R$ 15,00 e crianças de até 12 anos não pagam
Passaporte Campinas Decor: R$ 50,00, com visitas ilimitadas
Telefone para informações: (19) 3255-7744

Fonte: Camila Bertolazzi / Leandro Farchi

.

1 comentários:

Olá, Parabéns pelos artigos, eles tornaram o Blog excelente!!!
Somos da Gramas Pardim uma empresa que produz, comercializa e aplica Grama Natural de altíssima qualidade nos mais diversos segmentos e regiões do Brasil.
Visite nosso site e confira os Tipos de Grama que trabalhamos:
Grama Esmeralda
Grama Bermudas
Grama São Carlos
Grama Batatais
Grama Santo Agostinho
Grama Coreana

Fornecemos para todo o Brasil, solicite-nos um orçamento para sua cidade e obtenha o melhor Preço de Grama do mercado, entre tantos municípios distribuímos:
Grama em São Paulo SP
Grama em Campinas SP
Grama em Guarulhos SP
Grama em Ribeirão Preto SP
Grama em Belo Horizonte MG
Grama em Rio de Janeiro RJ
Confira !!!

Postar um comentário